Diretoria do Pantera promete recorrer da decisão que tirou o time da Série D

Dirigentes alvinegros afirmam que esperarão a publicação do Acórdão para entrar com o recurso. Enquanto isso, o elenco seguirá treinando mesmo com atual eliminação.

Após o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) punir o São Raimundo com a perda de três pontos e desclassificar o clube da segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, a diretoria alvinegra se pronunciou e deixou claro que recorrerá da decisão – tomada por conta da escalação irregular do jogador Leandro Gleidson Diniz Seixas, contra o Baré-RR, pela Série D, no dia 11 de junho.

Segundo o diretor Sandro Lopes, a diretoria alvinegra aguardará a publicação do Acórdão (decisão final ou sentença do caso) no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para entrar com um recurso junto ao pleno do STJD.

 

Em contato com o GloboEsporte.com, o também diretor Alvinegro Adelson Branches, afirmou que o clube deve fazer uma coletiva de imprensa assim que Sandro Lopes e o presidente Alexandre Lopes retornarem do Rio de Janeiro para Santarém – o que deve acontecer no sábado (1). Ainda segundo Branches, o elenco do Pantera seguirá treinando normalmente até que acabem todas as chances de reverter a decisão do STJD.

 

O Pantera foi incurso e julgado por infração ao Art. 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê penalização por "Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente. O São Raimundo, além da perda de pontos, tem que pagar multa de R$ 1 mil.

G1SANTARÉM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *