Cadastrados na lista de espera do ‘Minha Casa Minha Vida’ serão contemplados, em Santarém

Selecionados da lista de espera receberão nova fiscalização para comprovar que continuam dentro dos quesitos do programa

Fonte:  Fábio Cadete, G1 Santarém

Residencial Salvação do Minha Casa Minha Vida em Santarém, PA (Foto: Adonias Silva/G1)

Residencial Salvação do Minha Casa Minha Vida em Santarém, PA (Foto: Adonias Silva/G1)

Após a exclusão de 38 beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida, anunciada na última sexta-feira (8), pela prefeitura de Santarém, oeste do Pará, outros 38 cadastrados da lista de espera devem ser contemplado com domicílios desocupados no Residencial Salvação.

O programa do Governo Federal sorteou 3.085 cadastrados, em dezembro de 2015. Porém, o residencial conta com apenas 3.081 unidades habitacionais.

De acordo com a psicóloga Euna Vasconcelos Diniz, coordenadora do Trabalho Técnico Social, ligado à Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), foram sorteados mais do que o número de casas disponíveis. Isso para que se tenha uma lista de espera. “São sorteados 30% a mais de pessoas para compor a lista de espera. Ou seja, são sorteados 130%, mas somente os 100% são contemplados. O restante fica aguardando vagas”, explicou.

Além disso, a coordenadora esclarece que é feita uma nova vistoria para comprovar que o cadastrado da lista de espera continua dentro dos quesitos do programa. “Foi feita uma fiscalização. As pessoas já receberam a visita dos agentes, e assim souberam que seriam os próximos beneficiados”.

Os selecionados se reunirão na próxima quinta e sexta-feira (14 e 15, respectivamente), com as gerentes de habitação da Caixa Econômica Federal, no TTS para orientação sobre o processo até a contemplação.

A lista de espera

A lista de espera é pública, e qualquer interessado em obter informações pode solicitar o documento na sede do Trabalho Técnico Social, localizada na rodovia Cuiabá-Santarém.

4 comentários em “Cadastrados na lista de espera do ‘Minha Casa Minha Vida’ serão contemplados, em Santarém

  • 11 de setembro de 2017 em 04:13
    Permalink

    Não concordei o seguinte, a maioria dos contemplados foram homens e será que foi realmente feita esta fiscalização,já que a maioria das pessoas que moram são de classe média e alta . Cadê a prioridade para as mães solteiras, os deficientes e idosos?????? Acho uma tremenda injustiça o que fazem com o povo que realmente não tem casa.

    Resposta
  • 11 de setembro de 2017 em 04:27
    Permalink

    Eu me inscrevi e sou solteira, mãe de três filhos e inclusive tenho um de 21 anos que tem problemas mentais e que tenho muitas dificuldades porque deixei minha vida própria para ficar com eles. Infelizmente não fui contemplada, por conta das dívidas tive que vender minha casa por que fiquei uns anos sem trabalhar , eu não podia deixar meu filho só. É como se eu tivesse uma bomba relógio dentro de casa. Não tenho condições de fazer outra casa, moro em um barraco sem nenhum conforto, mas é isso ….

    Resposta
  • 5 de Fevereiro de 2018 em 19:04
    Permalink

    E minnha,nora fez o cadastro não ganhou só porque não tinha trocado os documentos de solteira pra casada .Mais mostrou oi certidão de casamento mesmo assim não quiseram dar casa pra ela que tem 2 crianças pequenas sendo o que lá tem pessoas. Morando que nunca fizeram cadastro

    Resposta
  • 5 de Fevereiro de 2018 em 19:05
    Permalink

    E minnha,nora fez o cadastro não ganhou só porque não tinha trocado os documentos de solteira pra casada .Mais mostrou oi certidão de casamento mesmo assim não quiseram dar casa pra ela que tem 2 crianças pequenas sendo o que lá tem pessoas. Morando que nunca fizeram cadastro

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *