Quatro UBS’s deixarão de ser 24h e funcionarão apenas durante o dia em Santarém

Determinação partiu da Secretaria Municipal de Saúde e começa a vale a partir do dia 20 de novembro. Uma reunião no Conselho Municipal de Saúde foi realizada para debater questões ligadas à mudança.

Quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS) em santarém, oeste do Pará, começarão a funcionar de 8h às 18h a partir de segunda-feira (20). Com a decisão de reduzir o tempo de funcionamento das unidades, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) provocou uma reunião na manhã desta quinta-feira (16) com o secretário municipal de saúde para saber o motivo desta determinação.

A mudança foi apresentada no dia 9 de novembro pelo secretário municipal de saúde, Edson Filho. Ele compareceu à reunião e justificou a mudança. “Não existe essa modalidade de Unidade Básica de Saúde 24h no Ministério da Saúde. O que nós estamos fazendo é otimizando os recursos. As seis unidades do município não têm condições de funcionar como urgência e emergência. As UBS não irão fechar, apenas não funcionarão pela noite”, explicou.

As UBS são de responsabilidade do município, mantidas com recursos totalmente do tesouro municipal. Já Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h) é mantida por financiamentos estaduais, federais onde o município entra com uma contrapartida. Só com recursos humanos o município irá recuperar em torno de 400 mil reais, segundo o secretário.

Os recursos que serão retirados das unidades vão incrementar a estrutura de urgência e emergência da Unidade Pronto Atendimento (UPA). “Para ter ideia, mensalmente a UPA atende em média 7 mil pessoas, quando ela deveria estar atendendo 10 a 11 mil. Ela está subutilizada e corremos o risco de perder o seu recurso se não adequarmos conforme as regras do Ministério da Saúde”, completou.

Secretário de Saúde de Santarém, Edson Filho e a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Gracivane Moura (Foto: Fábio Cadete/G1)

Secretário de Saúde de Santarém, Edson Filho e a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Gracivane Moura 

A decisão, que vem sendo determinada desde governos passados, foi acatada pelo município por conta de dificuldades financeiras. “A população não será prejudicada. Pelo contrário, ela será melhor atendida na UPA que possui toda a estrutura. Antes seis médicos faziam rodízio de plantão, com a mudança a equipe aumentará para nove médicos, além de mais enfermeiros e profissionais de saúde”, explicou o secretário.

Após a reunião que esclareceu os motivos, o Conselho Municipal de Saúde sugeriu criar uma comissão interna com servidores da Secretaria Municipal de Saúde e membros do Conselho para levantar as condições das UBS de Santarenzinho e Nova República. “Essas duas unidades atendem maior número de munícipes por conta da localização. Reprovamos essa decisão para elas. Vamos aguardar o dia 22, que foi o prazo estipulado para avaliação”, ressaltou a presidente do CMS, Gracivane Moura.

As UBS 24h

Atualmente o município de Santarém possui seis Unidades Básicas de Saúde: as quatro na zona rural são Aparecida, Santarenzinho, Nova República e Livramento. Já na zona rural são em Alter do Chão e Curuai. Por questão de distância, a Semsa garantiu que as UBS de Curuai e de Alter do chão continuarão sendo 24h.

G1 Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *