Em apoio ao Samu, equipe da Marinha resgata duas pacientes em comunidades ribeirinhas


Pacientes foram socorridas na lancha Tucunaré II para atendimento médico no Hospital Municipal — Foto: CFS/Divulgação

Atendendo pedido de apoio dos socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), uma equipe SAR (busca e salvamento) da Capitania Fluvial de Santarém, no oeste do Pará, realizou nesta terça-feira (5), resgate de duas pacientes, moradoras de comunidades ribeirinhas do município.

Segundo informações da Capitania, por volta das 11h, recebeu a informação de que a senhora Rosilda Cardoso Pinheiro, 56 anos, paciente hipertensa, com histórico de AVC, estava com a perna gravemente infeccionada, com quadro de febre e dor intensa, e precisava ser transferida da comunidade de Curi, região do rio Arapiuns, cerca de 50 km do município de Santarém, para atendimento médico no Hospital Municipal.

Após o pedido de apoio, a equipe de busca e salvamento foi atender ao pedido de socorro, juntamente com socorristas do Samu, na lancha Tucunaré II. O difícil acesso à residência da paciente dificultou o seu traslado até a lancha da Marinha do Brasil.

Durante o retorno para Santarém, já nas proximidades da entrada da comunidade do Pacurizinho, a equipe SAR avistou uma pequena embarcação (bajara), com cinco pessoas a bordo, acenando com um pano verde, pedindo por socorro.

Na pequena embarcação, a jovem Ariene Santos da Silva, 21 anos, necessitava de atendimento médico, por apresentar hemorragia. A paciente foi colocada na lancha da Marinha para agilizar sua chegada a Santarém.

Segundo o capitão de fragata Robson Ferreira, comandante da Capitania Fluvial de Santarém, o duplo resgate foi realizado com sucesso e as pacientes foram conduzidas até o porto da Tiradentes, na Orla Fluvial da cidade, onde foram colocadas em uma ambulância para atendimento no Hospital Municipal.

Jovem com hemorragia estava dentro de uma bajara quando foi socorrida pelas equipes SAR e do Samu — Foto: CFS/Divulgação

Outros resgates

Somente em dezembro de 2018, a Capitania Fluvial de Santarém realizou oito resgates a pessoas que precisavam de atendimento médico de urgência. Em fevereiro de 2019, foram dois atendimentos e agora durante o período do carnaval foram registrados mais dois atendimentos.

“Atualmente a Capitania está realizando intensificação das fiscalizações por ocasião do período do Carnaval, com uma equipe itinerante em Óbidos, onde o fluxo de embarcações que demandam para aquela localidade é grande e outra equipe na orla de Santarém e adjacências”, ressaltou capitão Robson Ferreira.

Fonte G1 Santarém PA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *