Clientes pré-pagos de telefonia móvel denunciam prática de cobranças extras em vendas de recargas em estabelecimentos comerciais de Monte Alegre, no Pará

Clientes das principais operadoras de telefonia móvel de Monte Alegre, no oeste do Pará, denunciam a prática de cobrança de taxa extra na venda de recargas para celulares pré-pagos, que vem sendo feita por estabelecimentos comerciais do município. De acordo com os denunciantes, que se manifestaram inconformados nas redes sociais, em muitos estabelecimentos, que na grande maioria são farmácias e postos de combustíveis, o valor da taxa cobrada costuma ser R$ 1,00 por recarga.

Ao Portal do Oeste do Pará, uma cliente relatou que quando questionou sobre a cobrança feita em uma farmácia durante a compra de uma recarga de celular, a funcionária do estabelecimento teria dito que era pra custear a energia elétrica consumida pela máquina que realiza o procedimento. Já outro cliente indagou que quando foi adquirir uma recarga de R$ 10,00,ficou surpreso após ser informado que teria que pagar R$ 11,00, sendo que no comprovante da venda do serviço, estava descrito que o valor cobrado seria dez reais.

Questionado sobre a cobrança extra em vendas de recargas, um comerciante relatou ao Portal que praticamente não ganha comissão e ainda não tem lucro com as vendas e, que por isso, cobra o valor a mais.

O assunto virou motivo de discussões nas redes sociais na semana passada. Muitos internautas relataram a mesma indignação e em contrapartida, compartilharam os nomes dos estabelecimentos do município onde a cobrança extra não é praticada.

Mas esta prática é ilegal e viola o Código de Defesa do Consumidor, segundo informou o Procon do Pará. Em nota, a Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor do Órgão estadual vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos – Sejudh informou que a prática de cobrança de taxa extra em casos de venda de recarga para telefones pré-pagos é ilegal, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, podendo resultar em autuação ao dono do estabelecimento.

O município de Monte Alegre não possui um Órgão de Defesa do Consumidor. O Procon estadual reforçou que o consumidor que se sentir lesado deve formalizar a denúncia ligando para os seguintes números (91) 3073-2022 ou (91) 3073-2023.

Já a Vivo, operadora que possui maior número de clientes em Monte Alegre, informou em nota ao Portal do Oeste do Pará, que a prática de cobrança ao cliente de taxas extras no momento da compra de recarga é indevida e irregular. A operadora esclareceu ainda que o pagamento de comissão ao parceiro é honrado e cumpre o cronograma e margem estipulados em contrato. A Empresa também afirmou que o caso citado pela reportagem já está sendo apurado internamente e as medidas administrativas serão tomadas em relação ao parceiro, que pode sofrer penalidades e até descredenciamento. A operadora ressalta ainda que possui vários canais de atendimento ao cliente via internet e pelo telefone pelo *8486 ou 1058. Para relatar atividades suspeitas, o cliente pode enviar um e-mail para csirt.br@telefonica.com.

 

 (Informações da redação do Portal do Oeste do Pará. Foto: Reprodução).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *